O que falam sobre
a NearBytes na mídia.

Itaú, do rádio para o celular à sala de cinema

Revista Publicittà - 01/06/2015

Com o aumento do uso dos serviços de vídeo sob demanda, que concorrem e afastam os espectadores dos cinemas, o Itaú, que há mais de 20 anos apoia e incentiva essa arte, encontrou uma forma de convidar o público de volta: transformou uma mídia tradicional, o rádio, em algo novo. Em parceria com a 89FM e a agência Africa, o banco criou um spot que dá ingressos de cinema direto do rádio para o celular de forma simples e rápida. Isso foi possível por meio da tecnologia Nearbytes, que converte o áudio em dados, sem precisar de Wi-Fi, Bluetooth, 3G ou qualquer tipo de conexão. É a primeira vez que uma empresa utiliza esse tipo de tecnologia.

A ação foi veiculada na própria rádio e, para receber o par de ingressos, bastava ter o aplicativo da 89FM e aproximar o celular das caixas de som enquanto o spot estava tocando. Com o ingresso digital nas mãos, os ouvintes já podiam ir ao cinema e curtir o filme de sua preferência.

“Para nós, o incentivo ao cinema é uma forma de facilitar o acesso à cultura. Essa ação inovadora, que é parte da estratégia da plataforma #issomudaomundo, reforça a nossa atuação em instrumentalizar as pessoas e oferecer meios de se conectarem com as nossas iniciativas”, explica Eduardo Tracanella, superintendente de Marketing do Itaú Unibanco.

Todos os ingressos da semana foram distribuídos em apenas um dia. E o mais importante: muitas pessoas trocaram as telinhas do celular pelas telonas do Espaço Itaú de Cinema.

leia na íntegra

Google Tone para Chrome transmite dados entre computadores através do som

TECHTUDO - 20/05/2015

A ideia de compartilhar arquivos leves utilizando o microfone, entretanto, não é nova. A empresa brasileira NearBytes tem uma solução parecida. Com ela é possível usar o recurso como segundo fator para autenticar logins de contas online e até mesmo abrir fechaduras.

leia na íntegra

94+ Brazilian Technology Companies to Watch in 2015

TECHINBRAZIL - 08/12/2014

New ideas and solid management give many Brazilian Technology companies a chance to thrive in 2015. In this article, Tech in Brazil lists 94 of these companies that you should keep an eye on this year.

Technology Innovation in Brazil
An enthusiastic workforce and high degree of creativity have been in Brazilian tech companies DNA for decades. While giant sectors of the technology market in Brazil such as IT remain a focus point for companies, a large number of startups have recently been developed in the country, showing a high potential for new ideas.

This type of innovation could lead Brazilian tech companies to great heights in the near future, and it is merely a matter of time before the most promising enterprises start development and achieve success even outside of the country`s boundaries. Whether planted firmly in traditional sectors or working on unthreaded ground, the following list of Brazilian tech companies have great potential for expansion and should be watched closely.

NearBytes
Highly regarded developer of innovative mobile data transmission technology based on sound waves.

leia na íntegra

Cancela de estacionamento abre com o som de smartphone

MOBILE TIME - 29/10/2014

A tecnologia de comunicação de dados por modulação sonora desenvolvida pela brasileira NearBytes será aplicada no segmento de automação de estacionamentos. A Embratecc, uma empresa também brasileira especializada nesse ramo, desenvolveu uma cancela que é aberta pelo celular do motorista, usando a tecnologia da NearBytes. Basta aproximar o aparelho da cancela e apertar um botão em um aplicativo para emitir um som que identifica o carro e libera a sua passagem.

leia na íntegra

FIA15 Mobile Wallets: NearBytes – SndKey

PAYMENT EYE - 20/11/2014

The white label mobile wallet that unifies the experience of virtual and real payments. Companies such as Gateways and e-Commerce websites can easily launch their own Mobile Wallet with SndKey.

NearBytes, the company behind NearSDK, the sonic proximity based communications API compatible with any smartphone or Computer, has just announced its new product, targeted at contact-less payments, SndKey.

leia na íntegra

Apple Pay promete popularizar os pagamentos móveis

BLOG IMPACTA - 14/10/2014

Apesar disso, o lançamento do Apple Pay é visto com bons olhos para impulsionar soluções e serviços para o mobile payment também no Brasil. É o caso daNearBytes, uma startup carioca, que trabalha com uma solução para pagamentos móveis, o SndKey. O programa brasileiro permite que aplicativos de pagamentos realizem transações a partir de smartphones, seja online ou offline, pois utiliza ondas sonoras para transmitir dados codificados nas transações financeiras.

leia na íntegra

NearBytes: startup brasileira afirma não ter medo do Apple Pay

TECMUNDO - 06/10/2014

Ainda que o Apple Pay tenha sido recebido por muitas pessoas como um serviço revolucionário, a verdade é que o setor de pagamentos móveis já é razoavelmente velho – muitas empresas, incluindo a startup carioca NearBytes, já trabalham nesse segmento desenvolvendo soluções criativas há anos.

leia na íntegra

Nearbytes adota a marca Sndkey para sua solução de pagamento sem contato

MOBILE TIME - 06/10/2014

A brasileira Nearbytes adotou a marca Sndkey para a sua solução de pagamento sem contato, que até então vinha sendo chamada de Nearpay. A Sndkey funciona exatamente como uma “chave sonora”, como sugere seu nome: a transação é feita via ondas sonoras. Isso permite que qualquer celular, mesmo que não seja um smartphone, funcione como uma carteira móvel. Do lado do comerciante, o receptor pode ser outro celular, uma máquina de POS (desde que seja um modelo dotado de microfone) ou um website de e-commerce, se aberto em um computador ou laptop com microfone.

leia na íntegra

M-payment cresce no país, mas ainda precisa criar massa crítica para sua popularização

CONVERGE.COM - 01/10/2014

Além disso, é preciso superar alguns obstáculos, conforme observa Carlos Estigarribia, sócio da NearBytes, startup carioca que desenvolveu uma tecnologia capaz de transferir dados de um dispositivo móvel sem conexão com internet ou uso de Bluetooth, apenas através do som.

Na opinião do executivo — que participou como um dos palestrantes do Fórum Mobile+, em São Paulo —, há outras questões em jogo para que o m-payment se torne uma realidade para a maioria da população, principalmente no Brasil. Nesse sentido, ele elenca cinco aspectos que considera impulsionadores desse mercado como o foco na população não bancarizada, a simplificação dos processos de pagamento móvel, a necessidade de lojistas e bancos ampliarem o relacionamento com o consumidor, o desenvolvimento de programas de fidelização para ajudar a mudar o hábito do consumidor e melhorias na segurança.

leia na íntegra